Eures Ribeiro: "Não tenho medo de carreatas. Podemo fazer mil carreatas, o comércio só será aberto a partir de 12 de junho"BLOG BAHIA

7 de jun. de 2020

Eures Ribeiro: "Não tenho medo de carreatas. Podemo fazer mil carreatas, o comércio só será aberto a partir de 12 de junho"

O prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro, conversou agora com o Mural do Oeste e reagiu de forma vigorosa a uma carreta realizada por comerciantes na tentativa de fazer o prefeito recuar e  reabrir o comércio, imediatamente, mesmo com os casos de Coronavirus aumentando na Capital Baiana da Fé. “Não tenho medo de carreata de comerciante. Não tenho medo de pressão, não vou abrir comércio nenhum e pronto. O que eu quero é cuidar  do povo e da saúde de Bom Jesus da Lapa. Podem fazer mil carreatas que eu não tenho medo. O comércio só vai começar a ser gradativamente aberto a partir do dia 12 de junho. Eu já conversei com CDL, não sou irresponsável e não vou fazer irresponsabilidade com o povo da Lapa. O comércio será reaberto quando a contaminação diminuir e dentro de medidas de segurança para a população e para o próprio comércio,”  frisou.

Eures disse também que, em Lapa, o comércio está fechado faz apenas 15 dias e em Salvador o comércio está fechado por  3 meses pelo prefeito ACM Neto  e não tem carreata, não tem nada por ser esta atitude correta recomendada pelas autoridades do setor de saúde para que se possa conter a Pandemia. “É preciso entender isso. Não fui eu que criei o Coronavírus mas ele está ai matando as pessoas e nós precisamos ter o máximo de responsabilidade para tomar todas as medidas para garantir a saúde da população”, argumentou Eures.

O prefeito elogiou e agradeceu aos comerciantes que não aderiram ao movimento e enfatizou  que  a carreata foi uma tentativa – por parte de alguns – com a intenção de promover a manipulação para obter ganhos eleitorais mas o chefe do Executivo  afirmou que  o povo percebeu o que estava ocorrendo e a opinião pública ficou ao lado do gestor. “Quem quer ganhar eleição, quem quer ser prefeito fazendo isso jamais vai ser. O momento exige total responsabilidade. Estamos cuidando de vidas humanas” disse ele na conversa com o Mural do Oeste.  Segundo Eures são os mais pobres que vão sofrer, caso adoeçam, pois os hospitais não terão condições de atendimento para uma demanda muito grande, não só em Lapa, mas em todos os municípios do interior da Bahia.

Eures agradeceu ainda os hoteleiros que estão desde janeiro sem movimentação e apesar do prejuízo não estão reclamando e nem aderiram ao movimento. Ele estendeu os agradecimentos também a diversos setores do comércio que não aceitaram fazer parte do que ele chamou de “manipulação” e disse que o apoio que recebeu da grande maioria da população mostra que o povo entendeu que tomar as medidas de segurança e preservar a saúde da população, é o mais certo a ser feito neste momento. “Não tenho medo de carreata, não tenho medo de pressão. Podem fazer mil carreata que o comércio só será reaberto dentro de um planejamento gradativo a partir do dia 12 de junho”, reafirmou e pediu ao Bom Jesus da Lapa que proteja a todos neste momento de crise em que o mundo está vivendo.

Fonte: Blog Bahia  / Mural do Oeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário