Perigo em duas rodas: No oeste baiano, PRF intensifica fiscalização a veículos de duas rodas, flagra imprudências e recupera motocicleta roubadaBLOG BAHIA

17 de jul. de 2020

Perigo em duas rodas: No oeste baiano, PRF intensifica fiscalização a veículos de duas rodas, flagra imprudências e recupera motocicleta roubada

 Muitos acidentes envolvendo motocicletas, motonetas ou ciclomotores ocorrem por imprudência ou até mesmo imperícia do condutor. O número de motociclistas flagrados dirigindo sem habilitação ou sem usar o capacete é determinante na quantidade e gravidade dos acidentes envolvendo veículos de duas rodas.

A Polícia Rodoviária Federal na Bahia realizou ontem (16), mais operação com foco na fiscalização de motocicletas e similares. A ação abrangeu trechos da BR 242, na Região Oeste da Bahia.

O objetivo da fiscalização é evitar acidentes graves envolvendo motos. O número de óbitos e feridos com gravidade em acidentes envolvendo motocicletas nas rodovias federais é alarmante.

Atento a esta situação, a PRF vem realizando operações temáticas para prevenir a ocorrência de acidentes, cometimentos de infrações de trânsito e crimes, principalmente, em situações que envolvam veículos de duas rodas.

Durante as atividades, a PRF flagrou diversas infrações de trânsito e 8 motocicletas foram recolhidas por alguma irregularidade impossíveis de serem sanadas no local ou por comprometerem a segurança dos usuários da rodovia. Dentre as principais infrações flagradas estão a de conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor sem usar capacete de segurança, dirigir sem possuir habilitação e excesso de passageiros em motos.

Ressalte-se que no decorrer das fiscalizações, no Km 718 da Br 242, trecho do município de Cristópolis, foi recuperada uma motocicleta Honda/Cg 150 Titan com ocorrência de roubo registrada em julho/2017. O veículo era conduzido por um homem de 48 anos . Ele não apresentou os documentos de porte obrigatório. Após verificação minuciosa na motocicleta e consulta aos sistemas informatizados de segurança, os PRFs constataram registro de roubo para a moto. Questionado, o condutor inabilitado relatou que adquiriu o veículo a mais de 1 ano e pagou 2.800 reais na negociação. Que recebeu o DUT e o CRLV, mas não tinha transferido o bem para seu nome. Ele foi preso em flagrante pelo crime de receptação (art. 180 CP) e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil.

A PRF alerta que a preparação e o treinamento realizados antes da permissão para dirigir fornecem noções essenciais de regras de circulação, transporte de pessoas e condutas mais seguras no trânsito.

Fonte: Blog Bahia  / PRF BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário