Preeitura de Luís Eduardo Magalhães foram compartilhadas com Conselho COVID-19 e comunicados ao Ministério PúblicoBlog Bahia

15 de jul. de 2020

Preeitura de Luís Eduardo Magalhães foram compartilhadas com Conselho COVID-19 e comunicados ao Ministério Público

No período em que Luís Eduardo Magalhães adquiriu as máscaras N95, o mundo inteiro passava por uma crise de desabastecimento de equipamentos de proteção individual.

O aumento abusivo dos preços foi enfrentado por gestores públicos na área da saúde do país inteiro, como amplamente noticiado pela mídia.

Entretanto, nada justificaria expor nossos profissionais de saúde ao risco de trabalhar sem proteção.

Toda a situação foi exposta na reunião do Conselho COVID-19, para que a comunidade ali representada, tivesse ciência da necessidade de uma decisão administrativa excepcional.

Para não deixar margem para segundas interpretações, e na intenção de proteger nossos profissionais, a Prefeitura oficiou ao Ministério Público Estadual, por meio de expediente daquele Orgão, sobre o aumento abusivo nos preços das máscaras N95 e outros itens, em abril de 2020, e confiantes de que seriam acionados meios que coibissem a prática do abuso de preços, a Secretaria de Saúde adquiriu uma quantidade mínima de EPIs naquele momento.

Responsabilidade e transparência têm sido o norte das ações da Gestão Municipal de Luís Eduardo Magalhães, que nestes três anos e meio primou por garantir a melhoria da qualidade de vida da população, realizando extraordinária transformação em todas as áreas com planejamento e projetos definitivos e que na surpresa proporcionada pela pandemia do COVID-19, soube como poucas reagir de forma firme, corajosa e acima de tudo, democrática e transparente.

Fonte: Blog Bahia  / Ascom, Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães

Nenhum comentário:

Postar um comentário