Secretário de saúde diz que vacinação em Salvador começa em até 72h após governo federal enviar dosesBlog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)

18 de jan. de 2021

Secretário de saúde diz que vacinação em Salvador começa em até 72h após governo federal enviar doses

 

Nas redes sociais, prefeito de Salvador também contou que vai à Brasília, na segunda-feira (18), para acompanhar processo de distribuição das vacinas.


O secretário de saúde de Salvador, Léo Prates, disse neste domingo (17), que Salvador vai começar a vacinação contra a Covid-19 em até 72h, mantendo o plano inicial de iniciar a vacinação, na quarta-feira (20). O anúncio do Prates foi feito após a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o uso emergencial das vacinas Coronavac e da Universidade de Oxford.


"Com muita felicidade a Anvisa aprova as vacinas Coronavac e Oxford! Quando o Governo Federal nos enviar as doses, Salvador começa a vacinar em até 72h! Nossa missão é salvar vidas", disse Léo Prates.


O Ministério da Saúde anunciou que vai iniciar o envio de doses para os estados na segunda-feira (18), às 7h. A Bahia terá como base para recebimento das doses, a sede do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer), na região do Aeroporto de Salvador.


Segundo a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), municípios distantes mais de 300 quilômetros da capital baiana terão as doses enviadas por aeronaves. As demais devem ser entregues por meio terrestre com escolta da Polícia Militar para garantir a segurança no deslocamento.


Plano de vacinação na Bahia


O plano de imunização estadual contra a Covid-19 foi divulgado pelo governo da Bahia na sexta-feira (15). Ele será dividido em quatro etapas e cada fase da campanha de vacinação terá a duração de um mês.


De acordo com o governo do estado, estão previstas 5.114 salas de vacina em todo o estado e serão necessárias 10,2 milhões de seringas e agulhas, considerando que os imunobiológicos possuem duas doses.


Segundo informações da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), é possível que os idosos com mobilidade limitada ou que estejam acamados sejam vacinados em casa.


Nos centros urbanos, o drive-thru será estimulado e no caso dos profissionais de saúde que trabalham nos hospitais, a vacinação ocorrerá nas próprias unidades.


O plano de vacinação estadual é semelhante ao de Salvador, divulgado pelo prefeito Bruno Reis, na terça-feira (12). Na ocasião, ele detalhou que a capital pode aplicar 100 mil doses por dia e que tem material para a vacinação, assim como os locais de armazenamento.


Fonte: Blog Bahia  / G1 BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário