Barra: Petrobahia pode armazenar e distribuir etanol no Polo Agroindustrial do Médio São Francisco; mais de 200 empregos devem ser geradosBlog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)

22 de mai. de 2021

Barra: Petrobahia pode armazenar e distribuir etanol no Polo Agroindustrial do Médio São Francisco; mais de 200 empregos devem ser gerados

 

A previsão é de gerar mais de 200 empregos


A Petrobahia pretende implantar uma base central de armazenamento e distribuição de etanol, no município de Barra, e unidades de logística de armazenagem e distribuição junto às usinas de etanol, em Barra e no Muquém do São Francisco, integrando o Polo Agroindustrial e Bioenergético em desenvolvimento na região. A assinatura do protocolo de intenções com o Governo do Estado, para estudo e viabilidade, ocorreu nessa quinta-feira (20), durante a viagem institucional chefiada pelo vice-governador João Leão, secretário do Planejamento, e Nelson Leal, secretário de Desenvolvimento Econômico, composta por empresários dos grupos Petrobahia, Cooproeste, E-machine e AGC Frutas.


“Estamos hoje na Serpasa, uma usina de açúcar e álcool que está em construção. A primeira de uma série de 11 que serão instaladas na região. Acabamos de assinar um compromisso com a Petrobahia, que vem adquirir todo esse álcool, financiar os tanques e fazer um trabalho com todas as usinas. É a Bahia caminhando para novos rumos. Nós vamos deixar de ser vagão para sermos locomotiva”, declara Leão.


Segundo o gestor da SDE, Nelson Leal, com a assinatura deste protocolo, um importantíssimo ciclo é fechado. “A Petrobahia veio garantir não só a tancagem para as usinas, mas sobretudo a compra de toda a produção. Então, o que nós estamos vendo aqui hoje é uma realidade. Tenho certeza que muito em breve as 11 usinas funcionarão na sua plenitude, gerando emprego e renda e transformando essa região em uma das mais produtivas do país”.


 Petrobahia


“Mais do que a relevância para o mercado local, a produção de álcool é relevante para todo território estadual. A Petrobahia tem visão de futuro, de negócio e acredita no potencial do polo e do estado. Além do fornecimento de diesel para usinas da região, a Petrobahia vai trabalhar para ser o principal comprador dessas usinas, garantindo que o tripé de plantio, indústria e de ter um comprador, de ter acesso ao cliente seja o elo para manter esse tripé em pé. O potencial é grande de crescimento para esse produto que é sustentavelmente importante para o futuro do nosso estado e país”, afirma o diretor presidente da Petrobahia, Thiago Andrade.


A previsão é que sejam criados 70 empregos diretos e 150 indiretos. A Petrobahia estima uma capacidade de armazenamento e transporte de até 100 mil m³/ano. 


Na oportunidade, a Petrobahia assinou contrato com o grupo Paranhos para fornecer diesel durante 5 anos. “É o que nós sempre falamos ao Governo do Estado, esse cluster dependia primeiramente de um grande plano de negócio bem feito, que foi realizado, um financiamento, uma estrutura de capital bem arranjada, mas sobretudo um offtake e a Petrobahia vem unir esses elos e solidificar esse grande projeto do cluster sucroalcooleiro do São Francisco”, diz Sérgio Paranhos, proprietário da Serpasa Agroindustrial.


Fonte: Blog Bahia  / Seplan

Nenhum comentário:

Postar um comentário