LEM tem sido prejudicado no recebimento de vacinas contra o Covid-19Blog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)

25 de mai. de 2021

LEM tem sido prejudicado no recebimento de vacinas contra o Covid-19

 

Luís Eduardo Magalhães tem atualmente 90 mil habitantes, segundo estimativas do IBGE. A cidade tem recebido um número menor de doses da vacina contra o Covid-19, em comparação a cidades menores.


Desde janeiro, o município recebeu da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), 8.290 doses para primeira vacinação, destas, 100% já foram aplicadas. E desde o dia 14 de maio, Luís Eduardo Magalhães não recebe novas remessas de primeira dose.


Ibititá, por exemplo, tem cerca de 20 mil habitantes e recebeu 7.120 doses do imunizante. Mata de São João (47.126), localizada na região metropolitana de Salvador, foi contemplada com 8.496 doses. E até Bom Jesus da Lapa (69.662), município do Oeste, menor em número populacional, recebeu quase o dobro de doses: 14.460.


A situação é reflexo de uma prestação de contas insuficiente nos últimos anos. Antigos gestores negligenciaram os dados da vacinação da Influenza, o que tem impactado no recebimento de lotes das vacinas contra o covid-19.


A Prefeitura, através da Secretaria de saúde tem atualizado diversos relatórios, com o intuito de reverter esse cenário e fazer com que o município receba o número suficiente de doses, para atender toda a população.


Fonte: Blog Bahia / Ascom, Prefeitura de LEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário