Rui Costa quadruplica valor de prêmio pago a policias por apreensão de armasBlog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)

15 de out. de 2021

Rui Costa quadruplica valor de prêmio pago a policias por apreensão de armas


O Governo do Estado irá publicar no Diário Oficial deste sábado, 16, mudanças no decreto que regulamenta o Prêmio Especial pago por arma de fogo apreendida em operações policiais.


A partir de amanhã, policiais militares e civis receberão quatro vezes o valor que até então era pago por esse tipo de apreensão. Na última quarta-feira, 13, o governador Rui Costa anunciou que faria alterações com o objetivo de valorizar a produtividade policial.


"A nossa polícia trabalha com inteligência e determinação. Portanto, merece nosso reconhecimento e valorização. Estamos multiplicando por quatro o valor do prêmio que é pago por apreensão de armas na Bahia, com o objetivo de estimular este trabalho fundamental no enfrentamento da criminalidade", afirmou o governador.


O prêmio pela apreensão de armas de fogo de uso permitido, que era de R$ 300, passa a ser de R$ 1.200, segundo o novo decreto. Já a premiação relativa às armas de uso restrito foi reajustada de R$ 600 para R$ 2.400. O maior prêmio será pago para armas do tipo fuzil, metralhadoras e artefatos explosivos de uso exclusivo das Forças Armadas, que salta de R$ 1.500 para R$ 6.000.


O secretário da Segurança Pública, Ricardo Mandarino, destacou que o aumento nas premiações vai ajudar no combate à circulação ilegal de armas. "Quem tem que andar armado é a polícia, porque ela usa arma para proteger o cidadão. Arma na mão de pessoas privadas despreparadas não é proteção, é risco".


O Prêmio Especial continuará sendo pago por arma de fogo apreendida, dividindo-se os valores estabelecidos em partes iguais entre os componentes da equipe que efetuar a apreensão da arma.


Na quinta-feira, 14, a PM-BA apreendeu um arsenal que supostamente seria vendido em um paredão no bairro de Arenoso.


Foram apreendidos uma carabina calibre 40, um fuzil calibre 5.56, uma espingarda calibre 12, um fuzil calibre 7.62, uma submetralhadora artesanal, carregadores de armas de diversos tipos, balanças de precisão, aproximadamente 2 mil pinos de cocaína e 17,5kg de maconha, além de 2kg de pasta-base.



Fonte: Blog Bahia  / A Tarde

Nenhum comentário:

Postar um comentário