Barreiras: Com o retorno das aulas presenciais, itens da agricultura familiar voltam a compor cardápio dos estudantesBlog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)

12 de nov. de 2021

Barreiras: Com o retorno das aulas presenciais, itens da agricultura familiar voltam a compor cardápio dos estudantes

 

Desde o início do retorno gradual das aulas presenciais na rede municipal de ensino, o cardápio oferecido aos estudantes das 77 unidades escolares da sede e zona rural de Barreiras, ficou ainda mais completo, com a introdução de itens cultivados por pequenos agricultores da região Oeste. Trata-se do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), de caráter suplementar à educação, executado por meio de repasses financeiros Federais aos estados e municípios e que visa gerar renda aos produtores familiares participantes, além de garantir uma alimentação de maior qualidade aos alunos.

Na prática, agricultores individuais e cooperativas de pequenos produtores fazem o cadastro para fornecimento de itens como legumes, cereais, frutas e hortaliças para a rede de ensino. Em contrapartida, o Programa financia os projetos agrícolas a taxas baixas de juros. Em Barreiras, os agricultores contam ainda com apoio técnico dos profissionais da Secretaria de Agricultura que garantem assistência desde o plantio até a colheita, por meio do Programa Vale Produtivo.

De acordo com a Lei nº 11.947, os municípios devem destinar 30% do valor recebido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), à compra direta de produtos da agricultura familiar. Nos meses de outubro e novembro, Barreiras ultrapassou este percentual, na aquisição de itens do PNAE. “Atingimos nestes meses 48% de produtos adquiridos diretamente dos agricultores cadastrados. A última compra será para o cardápio de dezembro, mas já estamos programando a publicação da nova chamada pública do Programa para que mais agricultores participem em 2022”, destaca a diretora de Alimentação Escolar da Secretaria de Educação, Milliane Sodré.

Os agricultores participantes recebem orientações da nutricionista da Secretaria de Educação, Geisa Lessa, no que tange às exigências e especificações do PNAE relacionadas ao controle de qualidade. Ela também incentiva o aumento da produção, bem como a diversificação de produtos cultivados com o propósito de elaborar cardápios mais ricos. Ainda, instrui gestores escolares e merendeiras sobre a forma de preparo, aproveitamento e importância de uma alimentação balanceada e nutritiva.

Com as aulas 100% presenciais, mais de 26 mil estudantes estão recebendo um cardápio equilibrado e saudável, reforçado por itens da agricultura familiar. “Todo o cuidado é tomado para que nossos estudantes recebam uma alimentação equilibrada. Sabemos que muitos alunos têm na merenda escolar, a principal refeição do dia. Isso aumenta nossa responsabilidade em oferecer itens de qualidade como os produzidos por nossos agricultores familiares”, diz a secretária de Educação de Barreiras, Gabriela Nogueira.


Fonte: Blog Bahia  / Dircom

Nenhum comentário:

Postar um comentário