Com apoio da polícia civil de LEM, policiais goianos recuperam carro apropriado indevidamente no GoiásBlog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)

18 de nov. de 2021

Com apoio da polícia civil de LEM, policiais goianos recuperam carro apropriado indevidamente no Goiás

 

Ontem, 16, a polícia civil do Estado de Goiás, com apoio de policiais da Delegacia Territorial de Luís Eduardo Magalhães, recuperou um veículo apropriado indevidamente, avaliado em R$ 160.000,00.

As investigações se iniciaram após a vítima comparecer na delegacia de Goiás e informar que após 34 dias da ocorrência de um sinistro em seu veículo, uma empresa de guincho, contratada pela seguradora, não havia levado o bem para a oficina indicada em Brasília/DF, até a presente data se recusava a efetivar o transporte, alegando que tinha débitos a serem quitados.

Em contato com a empresa funcionários, alegam que o chamado inicial do sinistro tinha como destino a cidade de Brasília/DF, mas que recebeu um telefonema do escritório da empresa determinando a mudança de rota e entrega do veículo na cidade de Luís Eduardo Magalhães.

Com informações repassadas pela Polícia de Goiás os policiais civis de Luís Eduardo Magalhães conseguiram fazer contato com um colaborador que identificou o motorista do guincho, dando andamento as diligências, chegou-se ao local onde foi encontrado o motorista, o guincho e o veículo objeto da apropriação, qual seja, bairro Solar dos Buritis, sendo que o motorista após cientificado da situação concordou em colaborar.

Concluindo as diligências foi apresentado o veículo e conduzidas as pessoas envolvidas para o DISEP para serem tomadas as providências cabíveis, sendo que a Autoridade Policial, concluiu pela existência de indícios suficientes para a caracterização dos crimes de apropriação indébita qualificada (art. 168, §1°, inciso III do CPB) e estelionato (art. 171 do CPB), motivo pelo qual, indiciou-se os envolvidos e determinou-se a apreensão do veículo e do guincho utilizado pelo acusado; o veículo foi devolvido ao seu real proprietário e as investigações continuam contra os acusados.


Fonte: Blog Bahia  / Blog do Sigi Vilares e PC

Nenhum comentário:

Postar um comentário