Corpo de mulher que morreu após ser ferida por motor de lancha, no Lago Paranoá, é enterrado em BarreirasBlog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)

1 de fev. de 2022

Corpo de mulher que morreu após ser ferida por motor de lancha, no Lago Paranoá, é enterrado em Barreiras

Deysivania Costa estava de férias com a família, quando pulou da embarcação para resgatar filho que caiu na água. Corpo dela foi enterrado na manhã desta terça-feira (1º), no Cemitério São João Batista, em Barreiras.

Deysivania Costa estava de férias com a família, quando pulou da embarcação para resgatar filho que caiu na água. Corpo dela foi enterrado na manhã desta terça-feira (1º), no Cemitério São João Batista, em Barreiras.

Familiares da vítima contaram que ela pode ter se desequilibrado durante a movimentação da embarcação. Deysivania foi atingida pelas hélices do motor e teve o braço esquerdo amputado, além de ter sofrido cortes profundos na região do abdômen, antes de conseguir retornar para a lancha.
 
Ela foi socorrida estado crítico para o Hospital de Base, mas acabou morrendo na madrugada de domingo (30). O corpo dela chegou à Bahia na madrugada desta terça, e foi velado por familiares e amigos durante a manhã, sob forte comoção.
 
Investigação
 
O caso é investigado como acidente aquático. O piloto da lancha chegou a ser levado para uma delegacia, onde prestou depoimento e foi liberado.
 
A Polícia Civil do Distrito Federal informou que ele passou pelo teste de alcoolemia, popularmente conhecido como teste do bafômetro, que não apontou o consumo de bebidas alcóolicas.
 
A Marinha do Brasil afirmou que vai abrir um inquérito "para apurar causas, circunstâncias e responsabilidades do acidente". A lancha passou por uma perícia na segunda-feira (31), pela Seção de Engenharia Legal e Meio Ambiente (Selma) da Polícia Civil.

Fonte: Blog Bahia  / G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário