Governo determina atuação de polícias Militar, Civil, Técnica e Corpo de Bombeiros para desbloquear rodovias baianasBlog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)



1 de nov. de 2022

Governo determina atuação de polícias Militar, Civil, Técnica e Corpo de Bombeiros para desbloquear rodovias baianas

 

O Governo da Bahia anunciou que determinou a atuação das Polícias Militar, Civil, Técnica e Corpo de Bombeiros para desbloquear rodovias do estado. Caminhoneiros bolsonaristas protestam na manhã desta terça-feira (1°), na BR-101, em trechos das cidades de Teixeira de Freitas e Ubaitaba, no sul da Bahia, e nos municípios de Eunápolis e Itamaraju, no extremo sul do estado.

Os manifestantes são contra o resultado nas eleições de domingo (30). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) , a Bahia registrou 15 trechos de rodovias com bloqueios por causa de manifestações entre segunda-feira (31) e a manhã desta terça (1°).

No último boletim divulgado na manhã desta terça-feira, por volta das 10h, a PRF informou que os protestos em Teixeira de Freitas acontecem no km 875, em Eunápolis no km 712, em Itamaraju no km 816, e em Ubaitaba no km 444.

Outro bloqueio acontece na cidade de Itabela, também no sul da Bahia. A interdição total da pista foi causada por queima de resíduos durante um protesto no km 744 da BR-101.

Segundo a PRF, a manifestação começou por volta das 22h e terminou às 2h5. No entanto, a pista ainda não foi liberada por causa da areia e barro deixados no local.

Segundo a PRF, outros nove protestos nas regiões de Luís Eduardo Magalhães, Correntina, Feira de Santana, Mucuri, Vitória da Conquista, Barreiras e Jacobina já haviam sido finalizados até as 4h39 desta terça e as pistas liberadas nesses trechos.

Ainda na noite desta segunda-feira (31), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, determinou que a Polícia Rodoviária Federal e as polícias militares dos estados tomem ações imediatas para desobstrução de vias ocupadas ilegalmente.

Moraes atendeu a um pedido da Confederação Nacional dos Transportes e do vice-procurador geral eleitoral.


Fonte: Blog Bahia  /  G1 BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário