Rede de laboratórios da rede privada na Bahia registra aumento da procura por testes rápidos da Covid-19Blog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)



18 de nov. de 2022

Rede de laboratórios da rede privada na Bahia registra aumento da procura por testes rápidos da Covid-19

 

Em uma semana, a procura por testes rápidos para detecção da Covid-19 aumentou em laboratórios da rede privada de Salvador.

Em uma dessas redes, entre 7 e 11 de novembro, eram feitos 20 a 25 testes por dia. Nesta semana, entre segunda-feira (14) e quinta (17), foram realizados 80 testes diários.

Segundo o diretor médico Bruno Cerqueira, 30% dos testes feitos nessa semana tiveram resultado positivo para a doença. A rede conta com dez unidades espalhadas pela Bahia e a maior demanda foi registrada na capital.

De acordo com Bruno Cerqueira, um dos fatores para esse crescimento é que muita gente tem apresentado sintomas gripais e procuram realizar o teste para obter o diagnóstico assertivo. O laudo com o resultado do exame é disponibilizado no local em, no máximo, 30 minutos.

Os pacientes que são identificados com diagnóstico positivo são orientados a permanecer em isolamento domiciliar e procurar os serviços de saúde em caso de agravamento do quadro clínico.

Na rede pública municipal, mais de 40 postos de saúde espalhados por toda cidade realizam o teste rápido de forma gratuita. Nas unidades, a testagem acontece por ordem de chegada, das 8h às 17h.

O diagnóstico também é divulgado em, no máximo, 30 minutos.

Queda na vacinação

A procura pela vacina contra a Covid-19 caiu no interior da Bahia durante o mês de novembro. Nas cidades de Juazeiro e Jacobina, no norte do estado, a queda foi de 50% e 70%, respectivamente, segundo informações divulgadas pelas prefeituras na quinta-feira (17).

Além da diminuição da procura dos imunizantes, Juazeiro registrou alta no número de casos da doença. Até quarta-feira (16), o boletim epidemiológico da cidade apontava 22 casos ativos, enquanto no dia 31 de outubro a cidade tinha apenas quatro.

O aumento no número de casos também foi registrado em Feira de Santana, a 100 km de Salvador. Nos primeiros 15 dias do mês de novembro foram registrados 49 casos, contra seis no mesmo período no mês anterior.

Durante todo o mês de outubro, inclusive, apenas 15 casos foram registrados. Em setembro, o número foi de 41. A prefeitura de Feira de Santana não informou se o aumento de pessoas contaminadas está relacionado à procura pela vacina contra a Covid-19.

Por causa da crescente no número de casos, a prefeitura realiza os testes RT-PCR e o teste de antígeno gratuitamente. Eles podem ser feitos nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e policlínicas municipais, das 7h às 19h.


Fonte: Blog Bahia  /  G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário