Veja nomes cotados para ministérios do governo LulaBlog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)



6 de nov. de 2022

Veja nomes cotados para ministérios do governo Lula

  


Equipe que comandará pastas do terceiro governo Lula deve começar a ser divulgada ainda neste mês

Faltando menos de dois meses para tomar posse como Presidente da República pelo terceiro mandato, o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) articula com aliados e futuros aliados os nomes que poderão assumir ministérios na próxima gestão.

Lula foi eleito com um arco de apoio de 10 partidos (incluindo o PT), além de figuras proeminentes de outras legendas, ao longo do segundo turno das eleições - caso da senadora e terceira colocada nas eleições presidenciais, Simone Tebet (MDB), e o ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Agora, a equipe de Lula quebra a cabeça para acomodar os nomes e bater o martelo sobre a divisão das pastas que comandarão o país a partir de 1º de janeiro.

Uma certeza é que o número de ministérios aumentará. Durante a campanha eleitoral, Lula prometeu a criação de pelo menos três deles: ministério das Pequenas e Médias Empresas, dos Povos Originários e Igualdade Social.

Além disso, outros podem ser recriados - como o da Indústria, Comércio Exterior e Serviços - ou desmembrados - caso do ministério da Economia e da Justiça e Segurança Pública.

Confira os nomes que estão cotados para assumir ministérios no Governo Lula:

Ministério da Fazenda

  • Alexandre Padilha (deputado federal do PT e ex-ministro da Saúde)

  • Wellington Dias (senador do PT eleito pelo Piaui)

  • Henrique Meirelles (ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do Banco Central)

  • Pérsio Arida (ex-presidente do BNDES e do Banco Central)

  • Armínio Fraga (ex-presidente do Banco Central)

Ministério do Planejamento

  • Alexandre Padilha (deputado federal do PT e ex-ministro da Saúde)

  • Fernando Haddad (ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação pelo PT)

  • Aloizio Mercadante (ex-ministro da Educação, da Casa Civil e de Ciência e Tecnologia)

BNDES

  • Gabriel Galípolo (economista)

Ministério da Agricultura

  • Simone Tebet (senadora pelo MDB)

  • Nero Geller (deputado federal pelo PP)

  • Carlos Fávaro (senador pelo PSD)

Meio Ambiente

  • Marina Silva (deputada federal eleita pela Rede e ex-ministra do Meio Ambiente)

  • Randolfe Rodrigues (senador pela Rede do Amapá)

Ministério da Educação

  • Simone Tebet (senadora pelo MDB)

  • Fernando Haddad (ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação pelo PT)

  • Reginaldo Lopes (deputado federal pelo PT)

  • Ministério da Justiça

    • Flávio Dino (senador eleito pelo PSB e ex-governador do Maranhão)

    • Silvio Almeida (advogado e filósofo)

    Saúde

    • Alexandre Padilha (deputado federal do PT e ex-ministro da Saúde)

    • Arthur Chioro (ex-ministro da Saúde)

    • David Uip (ex-secretário de Saúde de São Paulo)

    Casa Civil

    • Rui Costa (senador do PT eleito e ex-governador da Bahia)

    • Jaques Wagner (senador pelo PT ex-governador da Bahia)

Indústria Comércio Exterior e Serviços (deve ser recriado)

  • Márcio França (ex-governador de São Paulo pelo PSB)

Minas e Energia

  • Jean Paul Pratres (senador pelo PT)

Justiça social (deve ser recriado)

  • Tereza Campello (ex-ministro de Desenvolvimento Social)



Fonte: Blog Bahia  / Itatiaia 

Nenhum comentário:

Postar um comentário