Obras Sociais Irmã Dulce encerram ano com déficit de R$ 31 milhõesBlog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)



20 de dez. de 2022

Obras Sociais Irmã Dulce encerram ano com déficit de R$ 31 milhões


Ao todo as OSID acolhem quase três milhões de pessoas anualmente.

As Obras Sociais Irmã Dulce (Osid) vão encerrar o ano com déficit de R$ 31 milhões. A instituição abriga, em Salvador, um dos maiores complexos de saúde do país, com atendimento 100% gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Esta é a pior crise financeira da história das OSID, desde a fundação, em 1959. Dos R$ 31 milhões de déficit, R$ 11 milhões são do acumulado de 2021, e o restante do atual exercício. Ao todo as Obras Sociais acolhem quase três milhões de pessoas anualmente.

O déficit eleva o risco dos serviços prestados à população serem descontinuados, especialmente para as pessoas mais vulneráveis, que são assistidas pela instituição, já que a falta de dinheiro impacta também nos serviços essenciais, como energia elétrica, água e telefonia.

A possível interrupção atingiria pacientes de perfis variados, como pacientes oncológicos; idosos; pessoas com deficiência e portadoras de deformidades craniofaciais; dependentes de substâncias psicoativas; pessoas em situação de rua; crianças e adolescentes em risco social; entre outros.

Confira alguns números das Obras Sociais Irmã Dulce:

  • 3,5 milhões de procedimentos ambulatoriais por ano na Bahia;
  • 3 milhões de pessoas acolhidas por ano no estado;
  • 23 mil cirurgias e 43 mil internamentos realizados anualmente no território baiano;
  • 2,1 milhões de refeições servidas por ano para os pacientes;
  • 1.741 leitos hospitalares na Bahia;
  • 10,8 mil atendimentos por mês a pessoas com deficiência, em Salvador;
  • 9 mil atendimentos mensais para tratamento do câncer na capital baiana

Subfinanciamento

A OSID aponta ainda que há um subfinanciamento do SUS, porque o contrato não é reajustado há cinco anos. A pandemia também agravou o quadro financeiro da instituição, porque houve inflação de mais de 10% nos preços dos insumos, como medicações e material hospitalar.

Para tentar reduzir o déficit, as Obras Sociais investem em políticas de redução de custos e buscam um aumento nas doações.

Como doar

É possível fazer doações para as OSID a partir de R$ 10, através da chave PIX amigos@irmadulce.org.br. Quem tiver interesse pode se cadastrar também no programa Sócio-Protetor, doando mensalmente à instituição.

Também é possível fazer doações para a campanha "Um Milhão de Amigos Para Santa Dulce", pelo site: 1milhaodeamigossantadulce.org.br. As doação são a partir de R$ 10. Mais informações sobre como ajudar a OSID podem ser obtidas através do telefone (71) 3316-8899, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h30; ou através do site www.irmadulce.org.br/doeagora.

 

Fonte: Blog Bahia  / G1 BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário