Acampamentos são desmontados em Salvador e outras três cidades da BahiaBlog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)



9 de jan. de 2023

Acampamentos são desmontados em Salvador e outras três cidades da Bahia

 

Medida cumpre ordem do ministro do Superior Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, para que áreas de acampamento em frente aos quartéis do Exército Brasileiro sejam liberadas.

A Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) desmontou acampamentos bolsonaristas antidemocráticos no final da manhã desta segunda-feira (9), nas cidades de Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista e Alagoinhas.

A medida cumpre a ordem do ministro do Superior Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, para que as áreas de acampamento em frente aos quartéis do Exército Brasileiro sejam liberadas.

Coordenada pelo Comando de Policiamento Especializado (CPE) da Polícia Militar, guarnições do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), do Choque, do Bepe, do Águia e da 2ª CIPM foram até o bairro da Mouraria, em Salvador, e iniciaram o processo de negociação.

Segundo informações da SSP-BA, seis toldos, cadeiras, banheiros químicos e isopores, que davam suporte aos radicais de extrema direita, foram removidos da frente do quartel, na capital baiana.

Equipes de negociação do Bope dialogam com os radicais para evitar aglomeração na porta do quartel.

Na manhã desta segunda, o governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, realizou uma reunião para planejar a ações de desocupação e dissolução total de acampamentos bolsonaristas.

Segundo o governo, a reunião de trabalho aconteceu com as pastas de Segurança, Justiça e outras áreas estratégicas da gestão para manter a atuação conjunta de monitoramento, acompanhamento e combate aos atos antidemocráticos registrados desde domingo (8) em Brasília.

Participaram da agenda os secretários de Segurança Pública, Marcelo Werner, e da Justiça e Direitos Humanos da Bahia, Felipe Freitas, além dos secretários de Gabinete, Adolpho Loyola, e de Relações Institucionais, Luiz Caetano.

O comandante da Polícia Militar, Coronel Paulo Coutinho, a delegada-geral da Polícia Civil, Heloísa Brito, e a Procuradora Geral do Estado, Bárbara Camardelli.

A agenda desta manhã antecedeu a reunião com os governadores, nesta segunda-feira (9), agendada para às 18h, na capital federal, com o objetivo de impedir que novos atos antidemocráticos se espalhem pelo país.

Desde domingo, a segurança foi reforçada pela Polícia Militar em alguns prédios públicos na Bahia. Entre os locais monitorados está o Centro Administrativo (CAB), em Salvador, onde estão localizados secretarias e outros órgãos da administração pública estadual.

De acordo com o governo, o objetivo é evitar a destruição do patrimônio público.

Na madrugada desta segunda-feira, a Bahia enviou para Brasília uma tropa de 70 policiais militares para atuação no combate aos atos que atingiram os prédios do Palácio do Planalto, do STF e do Congresso Nacional, na Praça dos Três Poderes.

O chefe do executivo, o vice-governador Geraldo Júnior, o secretário da Segurança Pública, Marcelo Werner, e o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Paulo Coutinho, estiveram no Aeroporto Internacional de Salvador para acompanhar o embarque da tropa.



Fonte: Blog Bahia  / G1 BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário