Saúde dos Solos é prioridade no Cerrado BrasileiroBlog Bahia - O Portal de Notícias do Oeste Baiano


19/09/2023

Saúde dos Solos é prioridade no Cerrado Brasileiro


Os altos índices de produtividade em diferentes regiões do Brasil têm demonstrado que o produtor rural vem utilizando muita tecnologia e inovação no campo. Entre os avanços importantes conduzidos em campo, a incorporação cada vez mais frequente de insumos biológicos nos sistemas produtivos associados a adoção de boas práticas de manejo e conservação dos solos, tem trazido um novo olhar para a agricultura tropical, fato que tem demonstrado a responsabilidade do produtor rural na condução de ações cada vez mais sustentáveis.

Pensando nisto, a manutenção da saúde dos solos em áreas produtivas sempre foi um ponto prioritário para o desenvolvimento de pesquisas com insumos biológicos e sua aplicação em campo de acordo com José Cláudio de Oliveira, sócio proprietário da empresa JCO Bioprodutos e também Engenheiro Agrônomo que há mais de 30 anos vem trabalhando com biológicos. “Nós da JCO, atuamos hoje em uma área aproximada de 4 milhões de hectares, e ao longo do tempo através de pesquisas sistemáticas sempre buscamos promover uma agricultura mais sustentável, em que a saúde do solo e a utilização de microrganismos promotores de crescimento das plantas trazem benefícios diretos ambientais e econômicos na área de produção, e consequentemente para a microbiota do solo”. Para isso, a empresa tem conduzido diagnósticos de campo associados ao desenvolvimento de pesquisas com equipe técnica especializada e laboratório para atender a demanda personalizada do produtor rural.

Dr. Leonardo Barbosa, que é pesquisador e responsável pela análise microbiológica do solo na JCO Bioprodutos, afirma que, “os microrganismos desempenham funções essenciais aos sistemas de produção agrícola como, a decomposição da matéria orgânica, solubilização de nutrientes, supressão de fitopatógenos e estímulo ao crescimento vegetal”. Desta maneira, a associação de práticas agrícolas que visem manter e aumentar a biodiversidade microbiana do solo com a aplicação de bioinsumos (inoculantes e bioprotetores) é uma estratégia que visa maximizar a produção e ao mesmo tempo contribuir para construção de um sistema mais equilibrado e regenerativo.

Para Luciane Oliveira Miller, Engenheira Agrônoma e Mestre em Agronomia, “a integração de insumos biológicos no sistema produtivo, associados a condução de uma agricultura de baixo carbono, através da adoção de diferentes práticas de manejo e conservação do solo tornam o ambiente mais sustentável e uma agricultura mais resiliente, promovendo um ganho em escala, com aumento de produtividade e manutenção das condições físicas, químicas e biológicas do solo, tendo impactos positivos diretos na conservação da biodiversidade e dos recursos hídricos”.

A JCO Bioprodutos se destaca no mercado com um impressionante histórico de 25 anos. O diferencial da empresa reside na determinação e busca por produzir produtos diferenciados para atender a expectativa de um mercado consumidor cada vez mais exigente. Para isto, a empresa conta com uma equipe técnica multidisciplinar, composta por 22 doutores especializados em diversas áreas. Essa expertise permite à JCO não apenas desenvolver produtos de alta qualidade, mas também oferecer um alto nível de monitoramento e assistência técnica associada ao pós-venda. Além disso, a estrutura atual da empresa que também conta com 13 laboratórios de última geração, tem permitido a ampliação de pesquisas, com foco na inovação e aprimoramento dos produtos garantindo maior segurança e credibilidade, condições que permitem manter a empresa em uma posição de destaque no mercado de bioprodutos. 

Informações para a imprensa:

Marketing JCO Bioprodutos – Ronimarkes Mota – (77) 9.9115.6237 / ronimarkesmota@gmail.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário