Ações da PRF de combate ao crime interceptam carga de cigarros eletrônicos em Barreiras e Sudoeste da BahiaBlog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)


19 de jan. de 2024

Ações da PRF de combate ao crime interceptam carga de cigarros eletrônicos em Barreiras e Sudoeste da Bahia

 Os cigarros eletrônicos são conhecidos como "vapes", e estão ganhando mercado entre os jovens. São dispositivos que emitem fumaça com alto teor de propilenoglicol, glicerina vegetal, sabores artificiais e nicotina e que pode oferecer riscos à saúde.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, nesta quinta-feira (18/01), 269 dispositivos eletrônicos para fumar, os chamados cigarros eletrônicos, e mais 133 insumos/essências durante fiscalizações em trechos baianos de Barreiras e Poções.

O primeiro fato aconteceu às 9h, no Km 800 da BR 242, em Barreiras, após os policiais abordarem um ônibus de viagem que saiu de São Paulo e tinha como destino final a capital do Piauí. Durante a fiscalização do compartimento de cargas, foi encontrada duas caixas contendo  cigarros eletrônicos (229 und.) e insumos/essências (133 und.).

Foi constatado que toda a mercadoria era de origem estrangeira e estava desacompanhada de documentação fiscal, configurando, em tese, a prática de contrabando.

O motorista relatou aos policiais que as mercadorias foram coletadas na garagem da empresa, e seriam entregues nas cidades de Barreiras e Fortaleza. Desta forma, a ocorrência foi encaminhada, juntamente com toda a mercadoria apreendida, para a Polícia Federal. O ônibus foi liberado para seguir viagem.

Já por volta das 15h, em Poções (Km 760 da BR 116), uma equipe da PRF deu ordem de parada a um ônibus de turismo que fazia o itinerário São Paulo (SP) x Ouro Branco (AL).

Inicialmente foi realizada uma consulta dos documentos dos veículos, dos condutores e dos passageiros.

Em seguida foi feita uma vistoria no compartimento de bagagens, quando foram encontrados 29 cigarros eletrônicos, que possuem comercialização proibida pela ANVISA no Brasil, caracterizando assim, contrabando de mercadorias.

Todo o material foi despachado por encomenda e será possível rastrear e investigar os responsáveis pelo transporte dos produtos.

Diante da situação, os materiais apreendidos serão encaminhados à Receita Federal de Vitória da Conquista.

Vale ressaltar que o crime de contrabando acontece quando se trata de um produto cuja produção e comércio são proibidos no país, como é o caso dos cigarros eletrônicos.

Os cigarros eletrônicos são conhecidos como "vapes", e estão ganhando mercado entre os jovens. São dispositivos que emitem fumaça com alto teor de propilenoglicol, glicerina vegetal, sabores artificiais e nicotina e que pode oferecer riscos à saúde. Segundo a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), os efeitos de curto prazo do uso do cigarro eletrônico são: diminuição da função pulmonar, maior risco de eventos cardiovasculares, como infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral e aumento do risco de crise anginosa, além de danos ao sistema imunológico.




Fonte: Blog Bahia / PRF

Nenhum comentário:

Postar um comentário