História Viva: Em encontro, Prefeitura de Barreiras detalha edital para o Concurso Regional em Arquitetura e UrbanismoBlog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)

23 de fev. de 2022

História Viva: Em encontro, Prefeitura de Barreiras detalha edital para o Concurso Regional em Arquitetura e Urbanismo

 

Na noite desta segunda-feira (21), arquitetos, urbanistas e estudantes de arquitetura, puderam compreender um pouco mais sobre o edital do Concurso Regional em Arquitetura e Urbanismo, que permanece com as inscrições abertas até 25 de março.

Todas as tratativas do documento, que também pode ser conferido no Portal da Transparência, foram debatidas no encontro que aconteceu no Centro Cultural Rivelino Silva de Carvalho com transmissão ao vivo, pelas redes sociais da Prefeitura de Barreiras, contou com a participação do secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Roberto de Carvalho; da diretora de cultura, Emília Moreno; do coordenador técnico do concurso, Marcus Penalber; coordenadora assistente, Chaliny Amorim; e Giovana Gomes, estagiária em engenharia civil do setor de Planejamento.

“Esse é um momento de interação, oportuno para sanar dúvidas sobre a execução do concurso “História Viva – A cidade do futuro que preserva seu passado” visando a recuperação de patrimônio histórico e equipamentos urbanos sob a conceituação da requalificação urbana. As inscrições permanecem abertas e estamos à disposição para o diálogo e para  qualquer dúvida com relação ao concurso”, pontuou Emília Moreno.

O Concurso será de âmbito regional e ocorrerá em etapa única, sendo apresentado em formato de Anteprojeto contendo informações suficientes para perfeita compreensão das propostas elaboradas em atendimento ao previsto no Termo de Referência. Versará na escolha espontânea pelo Arquiteto Urbanista de 1 (um) ou até 2 (dois) lotes de equipamentos e espaços públicos, objetivando a revitalização e/ou requalificação dos seguintes espaços: Antigo Frigorífico de Barreiras (Matadouro); Antiga Usina Hidrelétrica; Antiga Delegacia; Rua Humaitá e Praça Dr. Augusto Torres; Praça Amphilóphio Lopes e Praça Duque de Caxias.

A arquiteta Daniela Cunha, que já fez sua escolha para a construção do Anteprojeto, falou da importância da explicação detalhada do edital. “Foi um momento oportuno para tirar dúvidas sobre todos os procedimentos inseridos no edital. Escolhi o antigo frigorífico de Barreiras, conhecido como matadouro, para a produção do projeto de revitalização, e esclarecer esses detalhes foi muito importante”, disse.

Poderão participar deste Concurso todos os arquitetos que estejam em situação regular perante o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) e os estudantes que estejam no penúltimo período ou semestre do Curso de Arquitetura e Urbanismo, na região, desde que sob a orientação de um professor. A Comissão de Avaliação será composta por cinco representantes do CREA, CAU, IFBA, Prefeitura Municipal de Barreiras e um historiador representante da Sociedade Civil Organizada, que avaliarão os trabalhos segundo valores arquitetônicos em atendimento ao Edital. A premiação acontecerá por lote, o vencedor em primeiro lugar ganhará R$ 5.000,00 (cinco mil reais), o 2º Lugar R$ 3.000,00 (três mil reais) e o 3º Lugar receberão também placas alusivas ao resultado alcançado no concurso.

Presente no encontro, o vice-prefeito e secretário de Planejamento, Emerson Cardoso, destacou que o Concurso “História Viva – A cidade do futuro que preserva seu passado” tem entre outros, o objetivo de reconhecer os arquitetos e urbanistas que neste momento se prontificam em pensar junto com o município, sobre os monumentos e espaços públicos.

“Queremos resgatar nossa história, sempre refletindo sobre a cidade do futuro que preserva o seu passado, dessa maneira, esse encontro foi para tirar dúvidas e trazer as experiências de cada um para esse debate, sobretudo, nesse sentimento de pertencimento das pessoas que moram aqui, das pessoas que nasceram e aquelas que amam essa cidade. Tivemos o lançamento do Projeto no ano passado, o edital do concurso foi lançado no início deste ano e hoje, através desse contato com o público estamos sanando possíveis dúvidas. Nosso objetivo é com certeza, resgatar a nossa cultura e a nossa história”, destacou.



Fonte: Blog Bahia  / Dircom

Nenhum comentário:

Postar um comentário