LEM: Operário morre após ser atingido por máquina em canteiro de obra da FiolBlog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)



31 de mar. de 2022

LEM: Operário morre após ser atingido por máquina em canteiro de obra da Fiol

 

Um operário morreu depois de ser atingido na cabeça por uma máquina tipo betoneira, enquanto trabalhava em um trecho da construção da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol). O acidente de trabalho aconteceu, no povoado de Almas, em São Desidério, cidade do oeste da Bahia, na tarde de quarta-feira (30).

A vítima foi identificada como Robson Gonçalves da Silva, de 34 anos, e era natural de Barreiras, município vizinho. De acordo com testemunhas, Robson subiu no equipamento para colocar materiais de construção da massa, quando uma das hélices da máquina o atingiu na cabeça.

Ele não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. O corpo do trabalhador foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Barreiras, para exame de necropsia, e liberado para a família na manhã desta quinta-feira (31). Informações sobre o sepultamento não foram divulgadas.

Sobre a Fiol

O trecho onde o caso ocorreu morreu faz parte dos 18 km das obras da ferrovia, que o presidente Jair Bolsonaro (PL) visitou em 2020. Na ocasião, ele esteve na cidade para assinar um termo de compromisso e parceria entre a Construtora Engenharia, Construções e Ferrovias S/A (Valec) e o Exército Brasileiro, para a construção.

A extensão corresponde a cerca de 0,8% do trecho baiano da FIOL que, quando for entregue, vai ter 1.500 km de extensão entre Barreiras, no oeste baiano, e o Porto Sul, em Ilhéus. Segundo a Valec, empresa ligada ao Ministério dos Transportes e responsável pelas obras da FIOL, a meta estabelecida pelo Ministério da Infraestrutura é de que, até o final de 2022, 85% da obra tenha sido concluída.

As obras de construção da Fiol começaram em 2011, em uma parceria entre os governos federal e da Bahia. No entanto, por falta de verbas, foi paralisada entre 2015 e 2017. Quando for concluída, a ferrovia deve reduzir os custos de transporte de grãos, álcool e minérios destinados ao mercado externo.



Fonte: Blog Bahia  / G1 BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário