Secretaria de Assistência Social e Trabalho de Barreiras realiza Caminhada pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual InfantilBlog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)



19 de mai. de 2022

Secretaria de Assistência Social e Trabalho de Barreiras realiza Caminhada pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil

 

Em Barreiras, o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes foi lembrado, neste 18 de maio, com uma caminhada na BR 242 realizada pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Trabalho com objetivo de chamar atenção da população para a temática no município.

A Campanha Maio Laranja deste ano trouxe como tema: Esquecer é permitir, Lembrar é combater. A ação está inserida dentro do Projeto Cidade Social e contou com a presença da secretária de Assistência Social e Trabalho, Maritânia Gonçalves; do secretário de Saúde, Melchisedec Neves; secretário de Infraestrutura, João Sá Teles; secretário de Agricultura e Tecnologia, José Marques; subsecretário de Trânsito, Cristiano Rans; também dos vereadores Rider Castro e Silma Alves; a delegada da Delegacia da Mulher, Drª Marília Matos; conselheira tutelar, Maria Sueli; equipes dos CRAS, CREAS, SUAS, CRAM, Casa do Empreendedor, Projeto Cata-Vento, Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes (CMDCA) e do Núcleo de Cidadania dos Adolescentes (NUCA).

O movimento em defesa dos direitos das crianças e adolescentes conquistou a aprovação da Lei Federal 9.970/2000, após uma forte mobilização da sociedade pela morte de uma menina capixaba de Vitória/ES. Ao longo de todo mês, as equipes técnicas dos equipamentos da Assistência Social trabalham o tema nas salas de espera, realizando blitz educativa através da parceria com a rede intersetorial. O foco é orientar e mobilizar as famílias e a população em geral, para o engajamento pelos direitos de crianças e adolescentes e a luta pelo fim da violência sexual.

A delegada da Delegacia da Mulher pontuou a importância de denunciar casos de abuso e exploração sexual pelo Disque 100. “Ressalto hoje, a importância desta data, 18 de Maio, para o combate da exploração sexual de crianças e adolescentes. Esse é um crime hediondo, e que a sociedade precisa combater, precisa denunciar para que os agressores sejam punidos e sirva de exemplo para erradicar esse mal que ainda assola nossa sociedade. A Delegacia da Mulher está apta a apurar e encaminhar para a justiça as provas contra os agressores, todos devem denunciar através do Disque 100 dos Direitos Humanos”, exclamou Marília Matos.


Fonte: Blog Bahia  / Dircom

Nenhum comentário:

Postar um comentário