Barreiras sedia Fórum macrorregional de Toxoplasmose Congênita e Gestacional da Rede Materno e InfantilBlog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)



2 de jun. de 2022

Barreiras sedia Fórum macrorregional de Toxoplasmose Congênita e Gestacional da Rede Materno e Infantil

 

Foram dois dias de muito aprendizado e debates dentro da programação do Fórum macrorregional de Toxoplasmose Congênita e Gestacional da Rede Materno e Infantil realizado pela Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria de Saúde, no Centro Cultural Rivelino Silva de Carvalho nos dias 31 de maio e 01 de junho. O evento foi prestigiado pelo secretário de Saúde, Melchisedec Neves.

A Toxoplasmose é uma doença infecciosa, congênita ou adquirida, causada pelo protozoário Toxoplasma gondii, facilmente encontrado na natureza, sobretudo nas regiões de clima temperado e tropical e pode ser transmitida da mãe para o feto durante a gestação através da placenta.

Com temas como: Toxoplasmose Gestacional; Assistência ao RN suspeito ou com toxoplasmose congênita; Fluxos assistenciais da gestante com toxoplasmose e RN na Unidade Hospitalar; Assistência à criança exposta ou com toxoplasmose congênita na puericultura e no serviço de referência; Apresentação dos fluxos da criança suspeita ou com toxoplasmose congênita e Apresentação dos dados epidemiológicos de Barreiras e Região, os profissionais médicos e enfermeiros da Rede de Atenção Primária à Saúde e Rede Hospitalar do HO e do Hospital da Mulher participaram dos momentos de discussões e retirada de dúvidas. As palestras foram ministradas pelos profissionais médicos Dr. Peres Barreto, Dr. Fabrício Ataíde e Dra. Isabele Lucena e ainda  as enfermeiras, Rosiméri Goelzer e Maria Aparecida.

O Fórum macrorregional foi realizado com o objetivo de padronizar a atenção a saúde da gestante com toxoplasmose adquirida na gestação, com a finalidade de evitar a toxoplasmose congênita e identificar as gestantes suscetíveis à toxoplasmose, visando a adoção de medidas de prevenção primária. Segundo a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, referência em toxoplasmose, Rosiméri Goelzer, a doença é um problema de Saúde Pública, principalmente quando a mulher grávida se infecta pelo risco elevado de transmissão para o feto.

“Esse evento é de suma importância para que os municípios possam se organizar para garantir um diagnóstico precoce e um tratamento adequado a todas as gestantes e crianças com toxoplasmose. Barreiras está sediando o fórum macrorregional, devido aos serviços de referência à gestante e ao recém-nascido no Centro de Atendimento à Mulher (CAM), Centro de Testagem e Aconselhamento – CTA/SAE, Hospital da Mulher e Hospital do Oeste”, destacou.


Fonte: Blog Bahia  / Dircom, Prefeitura de Barreiras

Nenhum comentário:

Postar um comentário