Das 352 cidades com vitória de Jerônimo no 1º turno, 127 'elegeram' deputados da oposiçãoBlog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)



27 de out. de 2022

Das 352 cidades com vitória de Jerônimo no 1º turno, 127 'elegeram' deputados da oposição

 

A bancada da minoria na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), também conhecida como oposição, normalmente, faz frente ao governo estadual e tem um papel importante no equilíbrio democrático. Não necessariamente o candidato preferido ao executivo da Bahia terá acompanhado deputados estaduais da mesma sigla, ou chapa.

Dos 417 municípios baianos, 148 (35,49%) optaram por votar em um candidato à AL-BA que faria oposição ao postulante de Palácio de Ondina mais votado da cidade. Deste total, Jerônimo Rodrigues (PT) foi responsável por 85,8% (127) dos municípios que tiveram votos descasados. ACM Neto (União) ficou com 14,19% (21) das cidades com divergências nas votações. Os dados foram coletados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e organizados pelo Bahia Notícias.

O petista, contudo, foi o mais votado em 352 municípios diferentes, logo, em termos numéricos, é esperado que Jerônimo ficasse à frente. O ex-prefeito de Salvador venceu em 65 cidades no total. Porém, de forma proporcional, o candidato do PT também ficou “mais com a oposição” do que ACM Neto. 36,07% dos municípios que Jerônimo ficou à frente tiveram como mais votados deputados da chapa liderada pelo União Brasil, enquanto para Neto essa porcentagem é de 32,30%.

Por exemplo: Aiquara, município natal de Jerônimo Rodrigues, teve como o candidato ao governo do estado mais votado o próprio petista, porém, também tiveram como ‘favorito’ a uma cadeira na AL-BA o deputado estadual Hassan Zé Cocá, do Progressistas, partido que apoiou Neto durante o primeiro turno.

Outro exemplo fica com Salvador, local de nascença de ACM Neto e principal base política do candidato. A capital baiana teve como mais votado para o executivo o próprio ex-prefeito do município, porém, para o legislativo, optou por Olívia Santana, do PCdoB, legenda que esteve na chapa montada por Jerônimo Rodrigues.

A região com mais votos “na oposição” no legislativo foi a do Médio Rio de Contas. Jerônimo venceu em 15 dos 16 municípios da região, porém os deputados mais votados em 10 cidades fazem parte da oposição ao petista durante o primeiro turno das eleições. O único município vencido por Neto, Ibirataia, teve como parlamentar estadual um candidato do próprio União Brasil, Sandro Régis.

Com o maior eleitorado da Bahia, a Região Metropolitana de Salvador também registrou “divergências” nos votos para o governo do Estado e Assembleia Legislativa. Com Neto vencendo em seis dos 13 municípios, o ex-prefeito da capital também levou as cidades com dois deputados do grupos adversário, sendo um deles Olívia Santana. Das sete cidades com liderança de Jerônimo, cinco tiveram vitória de parlamentares de oposição ao petista.

COMO QUE FICOU O APOIO DOS PARTIDOS?

No caso: Avante, PCdoB, PSB, PSD, PV e MDB tiveram candidatos à AL-BA que foram os mais votados em algum município do estado e declaram apoio ao postulante petista Jerônimo Rodrigues.

Em relação ao principal rival do PT nestas eleições, as legendas: Podemos, Solidariedade, PDT, PSDB, PP, PSC e Republicanos tiveram nomes mais votados em alguma cidade baiana e declaram apoio ao candidato do União Brasil, ACM Neto.

Vale lembrar que para o levantamento foram considerados apenas as documentações das atas de convenção, que foram entregues antes mesmo das eleições do primeiro turno. O PSC, por exemplo, atualmente apoia Jerônimo Rodrigues, sendo que faziam parte da base de ACM Neto antes da primeira etapa do pleito.

COMO VOTOU SEU MUNICÍPIO?

Os 417 municípios alternam seus votos e tiveram seus candidatos “preferidos” para governar o estado da Bahia ou ocupar uma cadeira na AL-BA. Pensando nisso, o Bahia Notícias reuniu dados das apurações das urnas, divulgados pelo TSE, e preparou um infográfico com os candidatos ao governo do Estado e deputado estadual mais votados de cada cidade.


Fonte: Blog Bahia  / Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário