Ministério da Saúde lança plano de combate à poliomieliteBlog Bahia (O Portal de Notícias do Oeste Baiano)



2 de nov. de 2022

Ministério da Saúde lança plano de combate à poliomielite

 

O Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, lançou, nesta terça-feira (1º), o Plano Nacional de Resposta a um Evento de Detecção de Poliovírus e um Surto de Poliomielite: Estratégia do Brasil. No momento em que o País celebra os 32 anos sem registros da doença, o objetivo é estabelecer uma resposta coordenada nas três esferas de gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) diante de uma eventual detecção de poliovírus selvagem ou derivado vacinal.

O plano tem como metas fortalecer a vigilância epidemiológica das paralisias flácidas agudas, garantir o acesso universal aos serviços de vacinação contra a poliomielite, conforme o Calendário Nacional de Vacinação, e fortalecer a vigilância laboratorial. O foco também está em desenvolver a capacidade nacional e operacional dos estados e dos municípios para manter a poliomielite eliminada do território nacional.

Segundo o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o Brasil é considerado uma potência da vacinação no mundo. "Com as políticas de imunização, conseguimos erradicar a poliomielite do nosso país. Por isso, não queremos que a doença volte. Quero conclamar a todos que possam se associar nessa inciativa. Nas 38 mil salas de vacinação, todos os dias são dias de campanha”, destacou, no lançamento da estratégia.

“Com esse plano, apresentamos diretrizes de resposta em tempo oportuno, mapeando instituições e parceiros para ações coordenadas. O desafio é imenso. Mas imensa também é nossa vontade de garantir que o Brasil fique livre da poliomielite”, acrescentou o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros.

Os esforços do Ministério da Saúde estão concentrados principalmente na prevenção da doença, por meio das vacinas ofertadas durante todo o ano nas salas de imunização. Para além da prevenção, no entanto, a Pasta trabalha para responder oportunamente e de forma eficaz, efetiva e coordenada entre as áreas técnicas envolvidas no enfrentamento de emergência em saúde pública de poliomielite.

A representante da Opas/OMS no Brasil, Socorro Gross, aproveitou o momento para reforçar o papel que os meios de comunicação têm para propagar a importância da vacinação. “O Brasil se move com esse plano diante do protagonismo que tem diante da região das Américas”, disse.

Brasil livre da poliomielite

Desde 1990 o Brasil não detecta casos de poliomielite. Em 1994, recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) a certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem do seu território, juntamente com os demais países das Américas e vem envidando esforços para atingir a meta dos indicadores preconizados para manutenção do país livre da doença.



Fonte: Blog Bahia  / Ministério da Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário