Dia Mundial de Combate à Tuberculose: Secretaria de Saúde de Barreiras intensifica orientações de cuidados e tratamentoBlog Bahia - O Portal de Notícias do Oeste Baiano


25/03/2023

Dia Mundial de Combate à Tuberculose: Secretaria de Saúde de Barreiras intensifica orientações de cuidados e tratamento

 

Durante toda semana, a Secretaria de Saúde de Barreiras está mobilizando as equipes de profissionais para alertar a população sobre as consequências, cuidados e tratamento da Tuberculose. Nesta sexta-feira, 24 de março, Dia Mundial de Combate à Tuberculose, os moradores dos residenciais Arboreto I, II e São Francisco foram recepcionados na Unidade de Saúde Dr. José Batista do Amaral pela Vigilância Epidemiológica e médicos da unidade, com palestra e distribuição de folders educativos.

A ação foi acompanhada pela coordenadora do Arboreto I e II, Amanda Caroline, a coordenadora do Residencial São Francisco, Kathierine Carvalho, além de médicos e equipe de enfermagem. Durante a palestra, a médica residente Isadora Dantas explicou detalhadamente com auxílio de uma prótese pulmonar sobre a doença e o acometimento dos pulmões, lembrando que mais órgãos podem ser atingidos como os ossos, rins, pleura, gânglios, intestino e cérebro.

“O principal sintoma é uma tosse seca insistente que se prolonga por mais de três semanas com perda de peso, cansaço fácil e febre baixa. A transmissão é feita pelo ar, por meio de tosse ou espirro da pessoa doente”, salientou.

A coordenadora de Vigilância Epidemiológica (VIEP), Doracir Madalena explicou que as mobilizações acontecerão em todas as Unidades de Saúde até o dia 31 de março, reforçando a importância de identificar os sintomas e buscar o tratamento imediato.

“Em Barreiras temos atualmente 42 pacientes em tratamento. As pessoas com suspeita ou sintomas devem se dirigir à unidade de saúde mais próxima para realizar o exame de baciloscopia e, caso seja positivo, iniciar o tratamento. A doença tem cura, o tratamento dura de seis a doze meses e não pode ser interrompido mesmo depois do desaparecimento dos sintomas. A VIEP está à disposição para tirar dúvidas e acompanhar os casos, buscando sempre uma saúde humanizada”, finalizou a coordenadora.


Fonte: Blog Bahia  / Dircom, Prefeitura de Barreiras

Nenhum comentário:

Postar um comentário