Hospitais públicos da Bahia conquistam prêmio de melhores UTIs do BrasilBlog Bahia - O Portal de Notícias do Oeste Baiano


20/04/2023

Hospitais públicos da Bahia conquistam prêmio de melhores UTIs do Brasil

 

Uma pesquisa inédita da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib), filiada a World Federation of Intensive and Critical Care, avaliou UTIs em 707 hospitais privados e públicos no Brasil e reconheceu a excelência de quatro unidades do Governo do Estado. São elas: Hospital Ana Nery, Hospital do Subúrbio e Maternidade Professor José Maria de Magalhães Netto, todas localizadas em Salvador, bem como o Hospital Estadual da Criança, em Feira de Santana.

De acordo com a secretária da Saúde da Bahia, Roberta Santana, esse prêmio é um reconhecimento ao trabalho realizado, pois a pesquisa abarca 50% das UTIs de todo o Brasil. “Investimos continuamente na reforma, requalificação, ampliação e construção de novas estruturas, além da aquisição de equipamentos. No entanto, essa é apenas uma parte do esforço governamental, que é a mais visível. A excelência dos resultados não se alicerça apenas nisso. Para além da incorporação dos eventuais avanços terapêuticos no SUS, investimos na implantação de sistemas que nos auxiliam a qualificar cada vez mais indicadores, bem como na melhoria do processo de cuidado do paciente”, afirma a secretária.    

Para o superintendente de Assistência Integral a Saúde da Sesab, Igor Lobão, “além do tempo de permanência na UTI e da taxa de mortalidade, as avaliações de performance consideram outros indicadores, como o SAPS 3, que indica a gravidade do quadro do paciente e é utilizado em todas as UTIs do Brasil. Esse indicador é importante porque ele possibilita a comparação da evolução de pacientes que estão na mesma situação”, explica.

O presidente da Amib, Dr. Marcelo Maia, destaca ainda a importância do projeto e da participação dos hospitais no programa. “O projeto valoriza as UTIs que trabalham com qualidade e gerenciam indicadores para que obtenham os melhores resultados. A Amib incentiva que todas as UTIs brasileiras participem desse projeto para que entendam o funcionamento e a análise dos indicadores de segurança e qualidade, melhorando os resultados dos desfechos para os hospitais, tornando ainda maior a segurança do paciente”, conclui.

Melhoria contínua

Desde a sua inauguração, o Hospital da Subúrbio, que é a primeira experiência de Parceria Público-Privada (PPP) na área de Saúde do Brasil, vem angariando prêmios nacionais e internacionais. Já foi premiado pela World Finance, KPMG, Banco Mundial e até pelas Nações Unidas. Agora foi mais uma vez reconhecido o serviço de excelência e ranqueia entre as melhores UTIs do Brasil.

Já a Maternidade Prof. José Maria de Magalhães Netto conquistou desde 2021 a certificação da Organização Nacional de Acreditação (ONA). Na prática, a certificação representa mais qualidade na assistência à saúde prestada à população baiana, com maior segurança para os pacientes e profissionais, bem como padronização dos fluxos e protocolos do serviço, garantindo acolhimento eficaz e adequado. Na avaliação da diretora médica da maternidade, Daniela Matos, “isso revela que conseguimos ofertar para os pacientes do SUS uma assistência com nível de qualidade semelhante às principais unidades de saúde do país”, ressalta.

O Hospital Ana Nery (HAN) é a principal referência cardiológica na Bahia e foi avaliado dentre os seus pares, ou seja, unidades em que mais de 50% das admissões foram por diagnósticos cardiológicos. Mais de 180 UTIs com perfil cardiológico foram avaliadas e apenas dois hospitais públicos brasileiros receberam a distinção UTI Top Performer, sendo o HAN o único do Norte, Nordeste, Centro-Oeste e Sul do país.

Em Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia, também desponta um serviço de excelência no Hospital Estadual da Criança. A unidade é referência em pediatria e obstetrícia de alto risco de toda região centro-leste do estado, fazendo anualmente mais de 29 mil procedimentos cirúrgicos e 70 mil internamentos pediátricos e maternos.

Prêmio

Criado em 2010, o projeto UTIs Brasileiras tem como objetivo caracterizar o perfil epidemiológico das unidades de terapia intensiva no Brasil e compartilhar informações que possam ser úteis para orientar políticas de saúde e estratégias, com o objetivo de melhorar o cuidado dos pacientes críticos no País.

 

Fonte: Ascom/Sesab

Nenhum comentário:

Postar um comentário