Bombeiros baianos resgatam mais de 200 pessoas atingidas pelas chuvas no Rio Grande do SulBlog Bahia - O Portal de Notícias do Oeste Baiano


7 de mai. de 2024

Bombeiros baianos resgatam mais de 200 pessoas atingidas pelas chuvas no Rio Grande do Sul

 Equipe de salvamento da Bahia está em território gaúcho para auxiliar no resgate das vítimas. Pelo menos 83 pessoas morreram.

Os bombeiros baianos enviados ao Rio Grande do Sul para auxiliar equipes de salvamento resgataram pelo menos 208 cidadãos até esta segunda-feira (6). Idosos e crianças estavam no grupo de socorridos, além de uma pessoa com indícios severos de desidratação.

O território gaúcho sofre com fortes temporais há alguns dias, o que provocou a morte de pelo menos 83 pessoas.

Diante desse cenário, o governo da Bahia enviou 22 bombeiros, já experientes em operações decorrentes de fenômenos naturais, para colaborar com o trabalho no município de Caxias do Sul.

As equipes baianas estão divididas em duas cidades — Galópolis, distrito de Caxias do Sul, onde permanecem em busca de pessoas soterradas pelos deslizamentos de terra na região, e Santa Lúcia do Piaí, para o resgate de 11 moradores que estão isolados na região de Faria Lemos, distrito de Bento Gonçalves.

"Dividimos nossos militares em três frentes, para que pudéssemos atender um maior número de cidadãos. Nossa atuação acontece em conjunto com outros corpos de bombeiros e outros órgãos, como a defesa civil", explicou o comandante-geral do CBMBA, Coronel BM Adson Marchesini.

Os militares baianos usam uma aeronave, além de quadriciclos para chegar a alguns trechos remotos.

Chuva no RS

O Rio Grande do Sul decretou estado de calamidade pública na última quarta-feira (1º), pelos "eventos climáticos de chuvas intensas". A decisão foi publicada em edição extra do Diário Oficial do Estado.

O decreto destaca que o Rio Grande do Sul é atingido por chuvas intensas, alagamentos, granizo, inundações, enxurradas e vendavais de grande intensidade, sendo classificados como desastres de Nível III — caracterizados por danos e prejuízos elevados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário