LEM: Criança atropelada com mulheres é transferida em estado grave; suspeito de dirigir bêbado teve prisão preventiva decretadaBlog Bahia - O Portal de Notícias do Oeste Baiano


10 de mai. de 2024

LEM: Criança atropelada com mulheres é transferida em estado grave; suspeito de dirigir bêbado teve prisão preventiva decretada

 

A criança de 2 anos que foi atropelada junto com duas mulheres em Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia, foi transferida em estado grave para o Hospital Estadual da Criança, em Feira de Santana, a 100 km de Salvador.

O acidente aconteceu na terça-feira (7) e a vítima estava internada no Hospital do Oeste, em Barreiras. A transferência aconteceu na quinta (9), pois a criança previsava de cuidados especiais.

A avó dela, que tem 39 anos, segue se recuperando na unidade de saúde. A outra mulher, atingida pelo veículo, estava na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Luís Eduardo Magalhães e recebeu alta hospitalar na quinta. Não há detalhe sobre o grau de parentesco dela com as outras duas feridas.

Prisão preventiva decretada

Um homem foi preso em flagrante suspeito de atropelar as vítimas logo após o ocorrido. Testemunhas afirmam que o motorista estava visivelmente bêbado. O nome dele não foi divulgado.

De acordo com a Superintendência de Trânsito de Luís Eduardo Magalhães (Sutrans), um saco plástico com latas de bebidas foi encontrado dentro do automóvel que ele dirigia.

O condutor teve a prisão preventiva decretada após audiência de custódia realizada em Luís Eduardo Magalhães e foi encaminhado para o Conjunto Penal de Barreiras.

Acidente

A superintendência informou que o atropelamento aconteceu por volta das 14h, na rua Acre, bairro Bosque dos Girassóis. O motorista perdeu o controle da direção e atingiu as três pessoas. Não há detalhes se havia outros ocupantes no veículo, que ficou destruído.

Revoltados com a situação, testemunhas e moradores da região atearam fogo ao carro. O Corpo de Bombeiros foi acionado e apagou as chamas.

A Sutrans informou que o suspeito também foi levado para UPA de Luís Eduardo Magalhães, onde recebeu atendimentos médicos. Depois, ele foi encaminhado para a delegacia da cidade, onde foi autuado em flagrante.

Dirigir alcoolizado é considerado uma infração gravíssima, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, e pode gerar sete pontos na carteira, além de uma multa no valor de R$ 2.993, que pode ser multiplicada por dez a depender da gravidade da situação.



Fonte: Blog Bahia / G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário